Segundo Boletim JobMix2014

OUÇA na Nuvem de Som de Jornalismo, o Boletim do evento Semana de Comunicação #JobMix2014

No segundo dia, palestraram Fulano, Cicrano e Beltrano no #JobMix2014

No segundo dia do #JobMix-2014 palestraram Vinicius Souza (JOR), MArco Antonio Rossi (RP), Rafael Daibs (PP)

SOUND.CLOUD.JORNALISMO

Vejam a programação do #Jobmix2014

Cenas #Jobmix2014

OS REPÓRTERES FOTOGRÁFICOS Milca Oliveira Pinto e Mario Augusto “passearam” no evento e em meio a clics silenciosos, flagraram todos com muita ATENÇÃO e em plena ATUAÇÃO.

PLANEJAMENTO

Prof. Assiz de Telejornalismo e o coordenador Osni Dias pautam atuação no #Jobmix2014

Prof. Assiz de Telejornalismo e o coordenador Osni Dias pautam atuação no #Jobmix2014… valorizando a …

ATENÇÃO +

No #Jobmix2014, todos atentos para assimilar e depois questionar

No #Jobmix2014, todos atentos para assimilar e depois questionar com …

… + ATENÇÃO

...Observação para novas questões ...

…Observação para novas questões com …

… + ATENÇÃO

... e a devida anotação!

… e a devida anotação, sempre acompanhada  de …

… MUITA ATUAÇÃO

... com entrevistas, fotos  e as ...

… com entrevistas, fotos e as …

 

... confirmações das abordagens!

… confirmações das abordagens, na entrevista com Ricardo Mendes.


Veja a programação do #Jobmix2014

Relação e crises com a mídia são destaques no Jobmix2014

Mendes recomenda cuidado nas relações com a mídia

Mendes recomenda cuidado nas relações com a mídia (Foto: Milca Oliveira Pinto)

Roberta M.C Damiani, Vanessa Beraldo e Larissa Godoy

Nesta segunda-feira (13/10) o JOBMIX, semana de palestras do Curso de Comunicação da faculdade FAAT, reuniu alunos e professores dos cursos de jornalismo e relações públicas para prestigiarem o palestrante Ricardo Mendes, proprietário da Mendes & Nader Comunicação, bem como a direção da FAAT, representada pelo diretor acadêmico Gilvan Elias.

“Jornalista nunca chega no horário, até mesmo os que não estão  mais atuantes”, brincou Ricardo Mendes, justificando seu atraso. Na realidade pouco importou os minutos de atraso, pois o público sequer notou a espera prolongada. A percepção geral entre alunos, professores e especialistas presentes era a expectativa em ouvir o que o palestrante tinha a dizer sobre o tema: “Relacionamento com a Imprensa – discutindo essa relação tão delicada”.

Ricardo começou falando da evolução da era analógica para a era tecnológica. Explicou o funcionamento de alguns aparelhos que era usado nos anos 1990 e como eles eram utilizados. Após essa introdução ele apresentou alguns cases de crises com relações a marcas, destacando, por exemplo os casos Geisy Arruda e Mc Donald’s, acentuando a repercussão destes na mídia.

Durante 60 minutos, Ricardo, sempre bem humorado, falou sobre interconectividade, crise de credibilidade, crises mal gerenciadas, entre outros assuntos. Ele atenta ao fato de que toda empresa deve se posicionar durante uma crise, a menos que ela perceba que o fato está caindo no esquecimento. Segundo Mendes, “é preciso ter inteligência na base da comunicação”.

Além disso, Ricardo mostrou como o assessor deve se portar ao comunicar-se com o assessorado e a mídia e também como ele é importante nessa relação. Ao final da palestra, os alunos dos cursos de jornalismo e relações publicas fizeram perguntas ao palestrante visando esclarecer melhor as questões referentes às crises e a dimensão da mídia no efeito de propagação de visões e impressões difíceis de serem revertidas.

Na visão do estudante de Jornalismo Hugo Moura,  “a palestra foi produtiva e abriu o olhar para o leque de opções que temos dentro da profissão”. O encontro estendeu-se por um expressivo tempo na forma de diálogo visando dirimir dúvidas do público presente, que formulou variados questionamentos. Nesta conversa, as perguntas feitas a Mendes, demonstraram uma inquietude no tocante a dúvidas sobre o futuro da profissão, as novas tecnologias e o grande debate que a tempos rodeia a mente de jornalistas experientes tanto quanto dos futuros comunicólogos, afinal o jornal irá ou não acabar?


Vejam a programação para os dias 14 e 15/10 no #Jobmix2014

Começa o Jobmix-FAAT-2014

5 Jobmix-Logo

A partir da integração dos cursos de Jornalismo, Publicidade e Propaganda e Relações Públicas, o Jobmix-2014 da Faat traz este ano uma variedade de discussões e palestrantes, com a visível intenção de movimentar os estudantes desta habilitações, bem como fazê-los pensar a partir da várias proposições e provocações dos visitantes. Acompanhe abaixo a programação, leia os posts dessa semana e comente o que considerar necessário.


PROGRAMAÇÃO
Dia 13/10

:: RELACIONAMENTO COM A IMPRENSA – DISCUTINDO ESSA RELAÇÃO TÃO DELICADA:

Palestrante: Ricardo Mendes (Mendes e Nader Comunicação), que atuou na Burson Marsteller e LVBA Comunicação, repórter especial na Rede Globo, SBT e TV Cultura/SP, Repórter Especial, editor de Política em DF (TV-Cultura), e passagem por Dia e Noite, Diário da Região – S. José do Rio Preto, e revistas Manchete, PEGN, bem como jornais Diário Popular e Shopping News

:: LALALA DOG – A ARTE DE RUA QUE VIROU MARCA:

Palestrante: João Ricardo Vieira Santos, ou “Jaum”, Dj , tatuador, produtor eletrfunk e trap, e grafiteiro criador do personagem Lalala-dog espalhado pelo Alto Tietê

Dia 14/10

:: MARCA FORTE: UM OLHAR PARA OS PROJETOS CULTURAIS MUITO ALÉM DO ESPETÁCULO
Palestrante: Marco Antonio Rossi – da Mega Brasil Comunicação

:: DOCUMENTÁRIO: A IMPORTÂNCIA DO REGISTRO SEM O VÍCIO DO OLHAR

Palestrante: Vinicius Souza, da Difusão Cultural, cineasta, cineclubista, artista plástico, oficineiro e produtor cultural, coordenador do Núcleo de Produção e Exibição Audiovisual na Associação de Difusão Cultural de Atibaia, idem na Difusão Cineclube e Coordenador de mostras na Festival de Atibaia Internacional do Audiovisual, vencedor do Prêmio de melhor Curta no Festival Regional Curta Atibaia 2012, além de ser selecionado para o Festival Internacional de Cinema de Contis – França, Mostra Brésil en Mouvements Paris/França, Festival Iberoamericano Cinesul 2012, Festival Visões Periféricas 2012 e pelo Festival Internacional Art deco 2012. Realizou o Dia Internacional da Animação 2010/2011/2012, a Mostrav Vídeo Índio Brasil 2011 e Nós na Tela 2011, bem como da Exposição Reconnaître.

:: REDES SOCIAIS NO AMBIENTE ON LINE

Palestrante: Rafael Daibs, publicitário com atuação em projetos da Umbro, Medley, 3M Inovação, Elma Chips, Continental Pneus Brasil, Rede China in Box, Carmim, Rail Europe Conexão, Comissão Europeia de Turismo, Paris Filmes, além de professor universitário e consultor para pequenas e médias empresas.

Dia 15/10

:: OS 50 ANOS DO GOLPE DE 64

Palestrante: Antonio Roberto Espinosa, USP, Comissão da Verdade, jornalista brasileiro e ex-comandante das organizações armadas VPR (Vanguarda Popular Revolucionária) e VAR-Palmares (Vanguarda Armada Revolucionária Palmares). Em julho de 1968, ajudou a organizar a ocupação da Cobrasma (Companhia Brasileira de Material Ferroviário). Doutor em Ciência Política pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP, professor de Política e Relações Internacionais, além de editor-chefe da Abril Cultural, do Jornal Primeira Hora. É um dos idealizadores da Comissão Municipal da Verdade de Osasco.

:: BRAND SENSE – O SENTIDO DAS MARCAS

Palestrante: Paulo Lima, especializado em MKT e Branding, diretor e fundador do Ideia de Marketing, bem como lançou o primeiro e-book brasileiro sobre brand sense, construção das marcas baseado nos sentidos humanos. Já palestrou nas universidades de São Paulo (Bellas Artes e UBC), Rio de Janeiro (UERJ) e Paraná (UNIUV), é facilitador em treinamentos e consultor (marketing e branding) em empresas de pequeno e médio porte.

:: CONSTRUINDO SEU PROJETO PROFISSIONAL EMPREENDEDOR

Palestrante: André Medeiros – da Thinkers.


 

Todos estão convidados! Compareçam, participem, divulguem!

Eleitores refletem sobre as eleições

Voto do voto e dos políticos ouvirem a voz das ruas.

Hora do voto e dos políticos ouvirem a voz das ruas.

No Brasil, os eleitores sempre são “convidados” a votar a cada quatro anos para definir a continuidade (ou não) do Presidente da República, dos governadores de Estado e seus respectivos senadores, deputados federais e estaduais, bem como em outros momentos eleger prefeitos e vereadores. Sem pedir licença, o que eles tinham a dizer já o fizeram até o dia 3 de outubro. Agora, é a população da região Bragantina quem fala. Os repórteres do Jornalismo-FAAT foram às ruas pautados para ouvir —por meio de enquete— o que eles pensam em várias perspectivas: o processo, as promessas, as campanhas e estratégias, bem como se acreditaram ou não no que ouviram.

Para isso, entendeu-se que eleitores são todos os brasileiros, portanto, podem ser ouvidos em qualquer lugar, independentemente da cidade, da raça, cor, ou sexo. A proposta visa única e exclusivamente dar a voz à queles que apreciariam falar, mas não são ouvidos a não ser para promover um dado candidato ou legenda. Por isso, os editores e repórteres concordaram que aqui, quem fala é quem vota. E pode ser que os candidatos não gostem disso. Veja e ouça os eleitores na página especialmente criada para esta mobilização jornalistica.


Leia: Voto jovem > Mídia e candidato > Voto e Propaganda > Direito Cidadão > Voto e obrigação >Home

Repórteres analisam temas contemporâneos no Brasil

No Brasil é possível ver pobre e rico bem próximos, mas tão diferentes. Foto: Tuca Vieira-SP

No Brasil é possível ver pobre e rico bem próximos, mas tão diferentes. Foto: Tuca Vieira-SP

Durante os meses de agosto e setembro os estudantes de Jornalismo da FAAT resolveram estudar o que denominaram “Temas Contemporâneos” no Brasil. A proposta arrojada contou com uma dinâmica  na qual assumiram vários papéis, a começar por planejadores, depois executivos-editores, bem como pesquisadores, repórteres em coletiva e comentaristas.

O desafio acadêmico proposto pelos professores Osni Dias e William Araújo envolveu duas disciplinas (Planejamento Gráfico e Agência) responsáveis por dimensionar e dinamizar as práticas jornalísticas do Curso na FAAT.

O resultado que pode ser visto na página especialmente criada para isso —”Brasil Contemporâneo“— evidencia uma produção final na forma de um texto sintético, mas o que há de fundamental na visão de todos é a impressão e a certeza que que depois dessa ação, todos tiveram ampliados as habilidades e as competências desta profissão.

Veja esta ação navegando no menú … Mídia > Meio Ambiente > Saúde > Água > Cultura > Economia > PolíticaHome

Tags: Pesquisa, Brasil, Contemporâneo