Política brasileira

Cena do Plenário: manifestação de evangélicos contra o aborto.Fonte: Redefonte

Cena do Plenário: manifestação de evangélicos contra o aborto.Fonte: Redefonte

Débora CAroline Siqueira Souza e Vanessa Tenofio Beraldo

A Democracia, atual regime político adotado no Brasil é recente. Ela é produto de um processo frágil e turbulento que o país sofreu. Durante a sua história, o Brasil passou por um longo período Colonial, um período Imperial, proclamou Independência e se tornou República.

Diz-se que o processo foi frágil e turbulento, por ter passado por escândalos como as Oligarquias Rurais, no qual ficou por décadas; República do Café com Leite; Voto de Cabresto, entre outros.

Em 1964, foi instalado o Regime Militar no Brasil. Foi mais um período obscuro da história, onde o povo “perdeu sua voz” e seu direito de escolha. Em 1983, depois de dezenove anos de Ditadura, os brasileiros cansados com a situação política do País, se manifestaram através das “Diretas Já”. Esse movimento apoiava a Proposta de Democratização do País.

Dois anos após os manifestos, através de eleições ainda indiretas realizadas pelo Colégio Eleitoral, Tancredo Neves sobe ao Poder. Logo após sua posse, o então presidente, que já estava doente, vem a óbito e José Sarney torna-se seu sucessor.

Sarney cria diversos planos econômicos para tirar o Brasil da precária situação econômica que havia sido deixado. Abre o diálogo com a América Latina, devolve ao brasileiro o direito do voto e cria o Plano Cruzado.

Em 5 de Outubro de 1988 é promulgada então, a Constituição da República Federativa. Ela é a lei fundamental e suprema do Brasil. A partir disso, o processo eleitoral do Brasil se tornou mais democrático e direto.

Três Poderes

 

Organização do poder em Brasília

Organização do poder em Brasília

O Brasil adotou o sistema bicameral (duas Câmaras) pelo qual uma das Casas Legislativas inicia o processo legislativo (Câmara) e a outra revisa (Senado). Desta forma, em uma democracia, os poderes legislativo e executivo andam juntos, não ultrapassando o poder de voz um do outro.

 Estrutura do Poder: Executivo e Legislativo

Na estrutura do Poder Executivo o Brasil, o presidente reúne as funções de Chefe de Estado (símbolo/marca/cara do país) e Chefe de Governo (toma conta das ações executivas do Governo). Na bancada do Senado, é interessante ao perceber que o partido com o maior número de cadeiras é o PMDB, conhecido como a sigla que tem maior influência e age de acordo com seus interesses.

 

Distribuição dos partidos no Congresso

Distribuição dos partidos no Congresso

Análise do cenário eleitoral – 2014

Desde as manifestações de 2013, as insatisfações da população brasileira vieram à tona e críticas ao governo atual também. Por conta disso, o cenário das eleições para presidente em 2014 está sendo analisada para ver se as saída dos povos às ruas, propondo mudanças, estão serão consolidadas.

Além disso, há também o conhecido “jogo de poderes” onde os candidatos tentam agradar e atender as necessidades de partidos aos quais irão se aliar nesta campanha.

Houve mudanças também no panorama político, após a morte do candidato a presidência do PSB, Eduardo Campos e a nova candidata Marina Silva.

Retrato do poder eleitoral para 2014

Retrato do poder eleitoral para 2014

Disputa presidencial-edit

Disputa presidencial Eleição-2014

Links:

https://www.youtube.com/watch?v=3M00b3MBsMg

http://www.jblog.com.br/hojenahistoria.php?itemid=23895

http://www.brasilescola.com/politica/tres-poderes.htm

http://eleicoes.uol.com.br/2014/noticias/2014/08/18/com-marina-intencao-de-voto-no-psb-sobe-mais-entre-pentecostais-e-jovens.htm

http://www1.folha.uol.com.br/fsp/poder/170559-apesar-de-divisao-interna-pmdb-continua-com-dilma.shtml

Tags: Política, Democracia, Poder


 

Leia:  Mídia > Meio Ambiente > Saúde > Água > Cultura > Economia > PolíticaHome

 

 

Anúncios

2 pensamentos sobre “Política brasileira

  1. Muitos se preocupam em que presidente votar, qual é melhor, qual fez algo, qual não fez, mas pelo que pude entender na apresentação de vocês, o presidente não tem tanta atuação como um deputado ou senador.
    Diante disso é preferível pensar mais em quem votar para deputado estadual e federal e senador, pois são eles que vão apresentar projetos de lei, vão decidir para onde o Brasil vai e o presidente só sanciona ou não uma lei.
    Mas isso não quer dizer que devemos deixar a escolha do presidente de qualquer maneira, pois ele é a cara do país dentro e fora dele e precisa ser bem representado.

    Curtir

  2. A política no Brasil sempre foi conturbada. Nasceu de um colonialismo exploratório, virou Império, declarou a independência ficando dependente do dinheiro britânico. Enfrentou um período obscuro de ditadura, lutou, obteve, novamente, o direito ao voto, foi roubado, foi ás ruas, trocou, reclamou, elegeu um operário, por 12 anos, viu o país crescer, evoluir, eleger uma mulher e mesmo assim continuar preso a polaridade de ideais que reclamou 16 meses atrás.

    As manifestações de junho de 2013, mostraram que não estamos inertes às decisões de nossos governantes, contudo, não quer dizer que nossa mentalidade revolucionaria floresceu. E o fato de levar ao segundo turno, aqueles de quem reclamou-se, é mais do mesmo. É dizer que está de dieta e continuar comendo demais, ou seja, não vai ajudar em nada.

    Curtir

Comente este post ...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s