Tempo dos morangos

 

 

Expressões-Morango faz parte da cultura de Atibaia

Morangos de Atibaia sempre foram os preferidos no mercado

Sergio Fagundes

A década de 1980 marcou o momento do reconhecimento de Atibaia na exportação de morangos para todos os estados do Brasil. Foi nesse período que a fruta ganhou maior expressão e passou a ser vista como um símbolo representante da cidade, importante para o consumo, e também para a cultura da região. O processo histórico do morango em Atibaia deu-se de 1940 a 1945 durante a Segunda Guerra Mundial quando a cidade abrigou um grande número de famílias orientais.

Com a agricultura, que era a principal fonte de renda, a tradicional colônia japonesa contribuiu para o desenvolvimento cultural, econômico e social do município. O crescimento do morango na região fortaleceu-se em 1965 quando ocorreu a primeira feira agrícola, organizada pela colônia japonesa e a entidade responsável Associação Cultural de Atibaia (ACA). Em 1976 a feira teve sua segunda edição, em 1982 um evento comemorou 30 anos da ACA, quando passou a ser consecutivo.

O espaço ficou pequeno para as exposições. Ginásio como o Elefantinho passou a abrigar a feira das flores, enquanto o Ginásio Elefantão ficava com a agricultura. Oswaldo Maziero há 10 anos na  presidencia da Associação de produtores hortifrúti de Atibaia e Jarinu, recorda-se que há 31 anos, a exportação dos morangos era muito forte não só no estado de São Paulo, mas também para outros estados como Distrito federal, Paraná, Santa Catarina, além de países como Argentina e Uruguai.  ”Eu ainda era uma criança quando meu pai cultivava e quando os vendedores pediam morango, mas que estes fossem os de Atibaia”.

Nos anos 90 a exportação do morango foi caindo, pois os produtores de outras cidades e estados e até mesmo outros países já estavam auto suficientes, ou seja, já tinham aprendido a cultivar e produzir seu produto sem ajuda nenhuma. Outro que se lembra de muito bem é o senhor Bertoldo Nishi hoje com seus 67 anos, trabalhava em uma transportadora e diz que ele mesmo fazia o serviço de levar.


 Na década de 60, flores e morangos

passaram a ter feiras em ginásios específicos.

A região era uma referência


+Humanos … +Lugares … +Expressões …

Comente este post ...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s