Em nome de Deus

Heimer: sacrifício cristão no pós-guerra

Reimer ( e esposa): missão cristã no pós-guerra

André Oliveira

Cabelos brancos, voz rouca e simpatia singular são alguns dos atributos marcantes de Sr. Haroldo, como é chamado o cidadão honorário de Atibaia. Nascido em 27 de abril de 1926 na cidade de Mountain Lake, Minnesota, Estados Unidos, John Harold Reimer é o sexto filho dos camponeses John J. Reimer e Anna Reimer. Apesar da simplicidade de onde passou sua infância, foi educado de forma muito tradicional e seus pais sempre lhe ensinavam os valores cristãos para a vida.

Quando jovem, algo que ninguém esperava aconteceu: a Segunda Guerra Mundial começou. Em 1944, estava em pleno mar do Pacífico lutando contra o Japão, “vivendo a experiência horrível e estúpida, da guerra”. Anos mais tarde, sentiu no coração o desejo de vir para o Brasil.  Isso ficou mais claro após participar do acampamento Word of Life em Nova Iorque. Em 1952, chega ao país com o objetivo de trazer valores cristãos e testemunhar o Cristo em que acreditava.

Nos primeiros meses, estudou português em Campinas, onde conheceu outros cristãos. No Brasil, o ex-militar americano, conheceu e se casou com a mineira de Jacutinga, Débora Reimer. Com o itinerário traçado, logo se instalou em Mato Grosso onde trabalhou como missionário por aproximadamente quatro anos entre os índios Xavantes e outras tribos da região.

Ele conta que num primeiro encontro os odiavam e queriam matá-los, mas com o tempo tornaram-se seus amigos. O jovem missionário sabia que era incapaz de fazer um trabalho de expansão do Evangelho sozinho, ainda mais sem dominar a lingua portuguesa. Voltou para os Estados Unidos e, novamente, no acampamento Word of Life, foi aconselhado a voltar ao Brasil e criar um acampamento. Em 1957, retornaram para o Brasil onde encontraram terra perfeita para seus planos: um acampamento para investir na vida de jovens e adolescentes. Através desse acampamento o investimento na vida de milhares de jovens foi sendo concretizado e foi sendo estruturada a Organização Palavra da Vida.

Com o passar dos anos, outros ministérios foram criados e John Reimer receberia, em 2013, o título de Cidadão Honorário de Atibaia, Enfim, o homem de cabelo branco, voz rouca e simpatia singular.


Como um sobrevivente da guerra, deveria dedicar minha vida

para tornar conhecido o livro de instruções de Deus, a Bíblia.

O mundo vai melhorar quando as pessoas conhecerem e seguirem esse livro.”


+Humanos …

Comente este post ...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s